adv
René Descartes PDF Imprimir E-mail
descartes

Infância e juventude René Descartes, filósofo e matemático, nasceu em La Haye, conhecida, desde 1802, por La Haye-Descartes, na Touraine, cerca de 300 quilômetros a sudoeste de Paris, em 31 de março de 1596, e veio a falecer em Estocolmo, Suécia, a 11 de fevereiro de 1650. Pertenceu a uma família de posses, dedicada ao comércio, ao direito e à medicina. O pai, Joachim Descartes, advogado e juiz, possuía terras e o título de escudeiro, primeiro grau de nobreza, e era Conselheiro no Parlamento de Rennes, na vizinha província da Bretanha, que constitui o extremo noroeste da França.

O segundo na família de dois filhos e uma filha, Descartes com um ano de idade perdeu a mãe, Jeanne Brochard, por complicações de seu terceiro parto. Descartes foi criado pela avó e por uma babá à qual ele depois pagou uma pensão até morrer. Seu pai casou novamente, mas não se distanciou. Parte do ano passava em Rennes, atendendo às sessões parlamentares, parte em sua propriedade Les Cartes em La Haye, com a família. Chamava o filho ainda criança de seu "pequeno filósofo", devido à curiosidade demonstrada pela criança, porém. mais tarde aborreceu-se com ele porque não quis ser advogado, como seria do seu gosto. Aos oito anos, em 1604, Descartes foi matriculado no colégio Real de La Fleche, em Anjou, aberto pelos jesuítas poucos meses antes, em janeiro daquele mesmo ano, com dotação de Henrique IV. Ele foi recomendado ao padre Charlet, um intelectual reconhecido, parente dos Des-Cartes, e que logo seria o reitor. Descartes, cujas relações familiares seriam um tanto frouxas, mais tarde a ele se refere como "um segundo pai".



 

Depressão

depressão

Depressão

É um estado psicológico que produz nos sentimentos da pessoa uma sensação de menos valia. Mostra dificuldade para concatenar seus pensamentos, prevalecendo a tristeza e desânimo, transtorno no sono e na alimentação.

Esquizofrenia

esquizofrenia

Esquizofrenia

Doença complexa que engloba uma série de distúrbios psicóticos que produzem alterações no pensamento, afetividade e comportamento. Não esta claro aos psicólogos e psiquiatras as causas, contudo já se chegou a afirmar que seria um distúrbio bioquímico determinado por um tipo genético de deficiência enzimática.

Síndrome do Pânico

panico

Síndrome do Pânico

É necessário investigação endocrinológica, pois o hipertireoidismo pode manifestar um quadro crônico de ansiedade juntamente a outros sintomas psicológicos decorrente da tireotoxicose.

Pesquisa Interativa

O que você achou do nosso novo site?
 

News Letter

Inscreva-se em nossa lista e receba as novidades por email...